Celestron Nexstar 8SE

 

SAM_5875

O Nexstar 8SE foi o meu primeiro telescópio Schmidt Cassegrain, como havia acabado de sair de um Newtoniano de 254mm sobre  AZ EQ6 levei um susto quando recebi esse telescópio, por causa da portabilidade, peso e tamanho do conjunto. Esse modelo vem com acessórios de 1.25″, assim acaba sendo bem mais interessante a substituição desses acessórios para 2″, a melhora passa a ser maior e pode ser aproveitado ao máximo a qualidade muito boa desse OTA. O peso do OTA com acessórios padrão é de cerca de 6kg, montagem fica em 7kg com tripé, isso mostra que foi mesmo projetado pra transporte rápido e sem muito esforço. Continuar lendo “Celestron Nexstar 8SE”

Anúncios

Celestron CPC800 Edge HD

IMG_20160618_212945479

Falarei um pouco desse telescópio que foi o motivo de ter migrado pro atual Celestron CPC 1100 XLT, quando recebi esse pequeno gigante de 203mm fiquei impressionado com a qualidade de construção geral e robustez do mesmo, como tinha recém saído de um Nexstar 8SE não esperava tamanha diferença na qualidade de construção e robustez entre os dois telescópios. O CPC 800 Edge HD possui uma óptica bastante melhorada em relação aos Schmidt Cassegrain convencionais da Celestron, usando uma óptica aplanática é um OTA bem interessante pra astrofotografia de longa exposição ( usando redutor focal específico para esse modelo) por conta  da correção muito superior nas bordas que os SCT convencionais.

O peso do OTA mais montagem não é desagradável para o monta/desmonta, OTA e montagem ficam em 19kg no total com acessórios normais e 12kg do tripé que é o mesmo usado em toda linha CPC Edge HD e CPC XLT.

IMG_20160620_230329859

A óptica desses telescópios para visual é realmente bastante interessante ainda mais se tratando das bordas que não possuem coma e nem curvatura de campo, isso acaba mostrando problemas de algumas oculares como em uma ocular  Planetary de 25mm da marca TS que foi testado com esse OTA, notei a curvatura de campo da mesma, usando oculares de melhor qualidade a imagem é plana de borda a borda.Esse modelo, assim como os outros dessa linha possuem a tecnologia FASTAR, aceitando o sistema HyperStar.

A placa corretora veio com poeira na parte interna, o que me deixou bastante preocupado no outro dia quando estava menos ansioso e comecei a ver os detalhes com mais calma.Tinha recebido o telescópio de um amigo a noite e como a gente tinha que testar o equipamento nem percebi a poeira. No dia seguinte comecei a saga em abrir o tubo óptico e fazer a limpeza da placa.

IMG_20160620_150428468

Assim que estava com as ferramentas necessárias comecei a saga, ao retirar o aro de especificações do OTA notei uma surpresa, a placa é “colada” no seu suporte, o motivo disso pode ser para evitar que seja montado de forma errada e prejudicar o desempenho da óptica no geral, então procedi com muita cautela e com a ajuda do Bruno Yporti especialista em SCTs e telescópios em geral, então retirei a placa.

Com a placa totalmente limpa recoloquei na marcação exata de fábrica indicada no suporte da placa corretora e tudo seguiu tranquilo.13492924_1056132421136191_1833297678_n

Com a placa limpa e pronta para a ação comecei a fazer a lista dos itens novos pro recém chegado telescópio, esse tive bastante sorte, nessa época apareceu dovetail Losmandy, micro focalizador FeatherTouch, diagonal 2″ da Baader, Visual Back 2″ Baader ClickLock, Dew Shield Astrozap e a Wedge HD Pro com preços bem atrativos, então não pensei duas vezes e adquiri eles.

IMG_20161020_172258180

IMG_20161020_173031957

IMG_20161008_232244244

Ao montar tudo sobre a Wedge fiquei muito assustado e preocupado, parecia que tudo iria desabar,porém ficou bastante estável e com quase a mesma precisão do modo AZ, isso com alinhamento polar grosso, mas para os observadores do nosso país, principalmente em latitudes muito baixas fica inviável usar, ainda mais se for cpc 9.25″ ou CPC 11 que deixa tudo mais pesado.

Com tudo pronto e instalado foi esperar o tempo firmar e começar as observações, quando foi possível observar já na primeira noite notei as mais significantes diferenças gerais contra o Nexstar 8SE…a primeira delas foi a montagem CPC que não tremia nadinha, as imagens estáticas e mesmo ao vento não tremia, assim como no CPC 1100 XLT que me impressiona até hoje, como já escrevi no post do CPC 1100 XLT o tripé de ambos é o mesmo, porém nesse modelo fica ainda mais bem dimensionado pelo menor tamanho e peso do C8. Outra observação muito prazerosa foi ao usar o GoTo ver o objeto escolhido parar no centro da ocular, não na borda como em outras montagens, o acompanhamento ficou mais de 2 horas seguindo tranquilamente com amplificação média, isso mesmo com a Wedge.

A segunda diferença ficou na óptica, ao observar aglomerados estelares ou estrelas até a borda  nota-se o campo plano de borda a borda, ao observar Omega Centauri a visão foi espetacular, com uma Dual ED 25mm a imagem estava sem curvatura de campo e com boa correção, movimentei a montagem para ver como se comportavam as estrela ao sair do centro para a borda e nada mudou, já no Nexstar 8SE era bem visível o coma observado fazendo o mesmo movimento.

O OTA possui saídas de ar para melhorar a aclimatização, como esses modelos possuem a lente corretora no baffle acaba que impedindo do ar sair naturalmente como ocorre nos modelos convencionais.Também foi feito o flocking na parede interna do OTA com a famosa folha importada da loja alemã Teleskop-Service (TS).

SAM_6502
Sem Flocking
20161226_171541
Com Flocking
Saída de Ar
Saída de Ar(Parte central da célula)

O painel desses modelos foi melhorado, assim como o motor do eixo de azimute, que agora conta com motor melhor e mais forte(veja nas fotos a diferença entre o o motor de azimute da linha CPC Edge HD e CPC XLT GPS), abri na época para a lubrificação e fiquei bastante feliz com o que vi, o ruido nas primeiras vezes que se escuta é um pouco preocupante e estranho, então procurei amigos que possuíam a mesma montagem e até no Cloudy Night e o que me foi falado que é o normal para esse motor, e realmente o ruido do motor era normal.

SAM_6508

Motor CPC Edge HD
Motor CPC 800 Edge HD
Motor CPC XLT GPS
Motor CPC 1100 XLT GPS

No eixo de altura o motor segue o mesmo dos CPC XLT GPS, a coroa dentada também é mais espessa no CPC Edge HD, em ambos os eixos, outra melhoria feita são na esferas do eixo de azimute, que no CPC XLT são todas de nylon e no CPC Edge HD a maioria são de metal, também não posso esquecer de comentar sobre a melhor organização da parte eletrônica nos CPC Edge HD, que agora ficam tudo dentro do painel de controle, o módulo GPS é o mesmo dos CPC XLT GPS e funciona com boa precisão na obtenção dos  dados necessários para ajudar no alinhamento da montagem, essas são algumas das diferenças que torna os CPC Edge HD mais avançados que o seu antecessor.

Eixo de Altura CPC XLT GPS
Eixo de Altura CPC 1100 XLT GPS
Eixo de Altura CPC Edge HD
Eixo de Altura CPC 800 Edge HD
IMG_20161029_191206168_HDR
Antena GPS

Bem acredito que esse pequeno “review” possa ajudar o futuro dono de um Celestron CPC 800 Edge HD ou mesmo de um dos seus irmãos maiores da linha.

 

Céu limpo a todos.

 

 

 

 

 

 

Celestron CPC 1100 XLT GPS

 

IMG_20170710_142724290

Bom,aqui pretendo falar um pouco sobre esse excelente instrumento astronômico, ainda mais para aqueles que pretendem adquirir um desse modelo, apesar das dificuldades atuais de comprar ou achar a venda. Não é meu primeiro SCT , porém o primeiro dessa abertura. O telescópio é bem pesado,48kg de peso total com acessórios diversos, ao ser “desmontado” para ser levado pra fora, a montagem e OTA pesa 38kg (15kg OTA com acessórios e 23kg montagem) isso pode ser um pouco incômodo para alguns observadores na hora do monta/desmonta.

IMG_20180111_223823106

A seguir falarei um pouco do OTA, montagem e tripé desse excelente instrumento.

1.Optical Tube Assembly(OTA)

Muitos amadores já conhecem esse tipo de OTA, porém para mim é uma bela novidade, conhecido como C11(280mm) esse OTA é uma versão mais recente com FASTAR possibilitando fazer astrofotos em foco primário com o sistema HyperStar, além dessa melhoria a parte estética é muito bem feita ficando atrás apenas dos modelos C11 EDGE HD que possuem travas para o espelho primário não deixando o foco mudar, cor branca e saídas de ar para aclimatização mais rápida.

No modelo padrão vem junto buscadora 9x50mm reta, como esse tipo de buscadora acaba sendo um pouco difícil de se usar quando o tele é apontado para o zênite, então acabei por optar por outra da mesma marca porém com imagens corrigidas, diagonal RACI e retículo iluminado

IMG_20170902_164820751

A placa corretora possui um coating bastante sutil na cor roxa, isso acaba sendo bem interessante pois coating menos visíveis tendem a ser melhor, porém aqui não é o caso,na foto a intenção é mostrar apenas o coating.

IMG_20170207_182247378

Também  foi trocado o Visual Back por uma da Baader, esse novo possui o famoso sistema de travamento chamado Clicklock deixando os acessórios muito mais seguros do que  Visual Back que usa parafusos e com uma facilidade no trava/destrava fora do comum. Assim acabei pegando uma diagonal dielétrica da Willian Optics que possui também uma qualidade muito boa, além de ter as laterias do corpo em fibra de carbono.Em breve essa diagonal será substituída por uma  Baader 2″ Clicklock e redutor 1.25″ Clicklock.

IMG_20170710_142652721

O focalizador é o padrão e em breve receberá uma troca para um Micro focalizador FeatherTouch da  Starlight Instruments e um possível focalizador externo pra astrofotografia planetária e lunar.

IMG_20180107_171118879

Também foi feito o flocking na parece interna e baflle do telescópio usando folhas própria e importadas da Alemanha(TS). Esse tipo de floking ajudou muito a manter um contraste muito melhor que o original de fabrica, a diferença já é vista antes mesmo de observar o céu ou mesmo observações diurnas.

IMG_20170710_190105163
Flocking aplicado

Na foto acima também é possível ver outra melhoria que são os Bob’s Knobs, parafusos para fazer colimação segura e precisa sem necessidades de chaves extras e ter possibilidades de danificar a placa corretora.

Também optei por instalar dovetails em ambas as partes do OTA , o dovetail na parte de  baixo optei por um losmandy , pois em caso de precisar trocar de montagem ele já seria usado em outra montagem tranquilamente, desde que tenha berço losmandy, pode também ser usado nesse dovetail um sistema de contrapeso(também estará logo a caminho). O dovetail de cima optei por um vixen por ser útil pra usar com auto guide ou mesmo com uma buscadora maior ,porém AINDA não acho necessário a troca da buscadora.

IMG_20170710_142713115

IMG_20170710_142702177

ADMACCESSORIES_DCW_INSTALLED

2.Montagem Azimutal CPC

IMG_20180107_173822560

Pois bem, cheguei nessa parte que acho tão importante quanto a parte óptica de um telescópio, essa montagem da Celestron me surpreendeu positivamente desde o CPC 800 Edge HD, com um C8 as coisas são mais tranquilas pelo peso de um C8 ser de aproximadamente uns 6kg com acessórios básicos, então achei que as coisas mudariam muito com o C11 (15kg com acessórios básicos), porém me surpreendi novamente, mesmo usando tripé com espessuras razoáveis para uma abertura considerada grande para SCT a montagem tem vibrações quase zero, mesmo usando altas amplificações,apenas a 600x que senti as vibrações, porém ainda aceitáveis e desaparecendo em exatos 2 segundos.A precisão do Goto depois do alinhamento de estrela é impressionante, deixa o objeto escolhido no centro da ocular escolhida de média amplificação e o acompanhamento vai por horas.

O painel de controle do CPC possui entradas para controle de mão,entradas auxiliares para módulos wifi, Star Sense, etc, entrada para PC e Auto Guide, além da entrada de energia e o botão liga/desliga. Uma boa é o botão que trava/destrava a montagem, ela possui em ambos os eixos possibilitando que as observações sejam feitas em modo manual também, do lado direito possui um carry handle para ajudar na hora de transportar a montagem assim como no braço direito que não tem  o carry handle mais uma cavidade para ajudar no transporte  e deixar mais cômodo e seguro

O controle de mão é o convencional,usado na linha CPC Edge HD,Nexstar SE e Nexstar Evolution.

IMG_20170902_164749057

Em breve irei fazer um post de como proceder para lubrificar essa montagem e atualização do controle de mão.

 3.Tripé HD HEAVY DUTY

O tripé por sua vez é bem pesado também (12kg) e pernas razoavelmente espessas para esse modelo (2″ de diâmetro). Outra coisa legal nesse tripé é quando se tem a necessidade de “fecha-lo” para transporte, pode ser facilmente “dobrado” as pernas sem necessidade de retirar a bandeja para acessórios, o que torna isso bastante pratico em relação aos outros modelos disponíveis.

Nas fotos abaixo é possível ver a ergonomia e como esse tripé é superdimensionado para alinha CPC, faltando apenas o tripé ser mais espesso para o C11″ e C9.25″,no modelo de 8″ achei ainda mais bem dimensionado,mas mesmo com a espessura razoável não a nenhuma tremida ao encostar na ocular, diferente de algumas montagem com tripé nada dimensionado para o peso de OTA e montagem. O nível de bolha tem boa precisão para observações visuais e não tive problemas quanto a isso, testei contra outros níveis externos e mostra a mesma posição em ambos lado a lado. Também não posso deixar de falar sobre as cavidades que ajuda na hora de colocar a montagem, bastando apenas girar a montagem e encaixar,isso além de inteligente ajuda bastante.

Esse foi um curto “review” do Celestron CPC 1100 XLT GPS para aqueles que tem interesse nesse modelo.

Também aproveito para agradecer ao Bruno Yporti pelo apoio nessa empreitada e espero em breve trazer mais novidades.

Céus limpos a todos.