OTA C11 Edge HD: Manutenção Geral

IMG_20181117_192321849.jpg

Recebi a folha para fazer o flocking na parede interna do telescópio C11″ Edge HD , então além de fazer essa melhoria, quero mostrar como retirar a placa corretora e os espelhos, assim como fazer a lubrificação da parte externa do baffle, focalizador e o flocking das partes internas do OTA. Essas tarefas são bastante simples, porém é necessário ter tempo livre e muito cuidado ao manusear as peças, aqui gastei mais de 5 horas para fazer apenas as tarefas no OTA.

Optei em fazer os trabalhos com OTA fora da montagem, pois assim poderei abrir totalmente e fazer tudo com calma e bem feito, mas pode ser feito sem o deforking.

Com todos os acessórios retirados do OTA, começaremos com a retirada da placa corretora, retirada do focalizador, botões de travamento do primário, retirada do espelho primário e secundário e em seguida a aplicação do flocking e limpeza dos espelhos e placa corretora.

1- Abrindo o Tubo Óptico

A retirada da placa corretora dos telescópio da marca Celestron é bem simples, tanto nos modelos XLT quanto nos Edge HD.

A primeira coisa a se fazer é separar uma caneta marcadora de preferencia na cor preta, fita preta e uma chave Philips.

Com a chave Philips iremos retirar o anel de especificações que serve para segurar a placa corretora e também retirar o espelho secundário com sua célula de apoio . Alguns SCT mais antigos não possuem as especificações escritas no anel e não pode ser retirado o secundário separado da placa corretora, como nos modelos  mais recentes

Abaixo, retirar os parafusos Phillips indicados pela seta.

Screenshot_1.png

Seguindo, com o marcador em mãos faça uma marcação para manter a orientação correta da placa em relação ao primário. Assim quando for recolocar só ajustar a marcação da placa corretora com a marcação feita também na célula , assim que a placa for retirada colocar um veio de fita preta para ao fazer a limpeza a marcação não se perder.

Screenshot_1

Com o anel de especificações, secundário retirado e marcação pronta, hora de soltar os parafusos Allen que alinha a placa em relação ao primário.

Screenshot_4

Se o seu SCT é a versão normal mais recente ( XLT ) basta segurar pelo suporte do secundário e retirar a placa corretora com cuidado, se for a versão Edge HD será necessário “soltar” APENAS DOIS  dos quatros parafusos que ficam na lateral da célula da placa corretora, não soltar por completo, apenas alguns milímetro, apenas o suficiente para retirar a placa, esses parafusos são Allen e serve pra deixar a placa alinhada com o primário. Outra coisa, na versão Edge HD de 8″ pode ser que a placa seja “colada” com pedaços de uma espuma espaçadora, com um estilete pode ser facilmente solta, apenas soltar entre a placa e o espaçadores, sem retira-los por completo, eles ajudam a manter a posição correta em relação ao espelho primário.

Screenshot_4.png
Allens a ser “soltos”

13511391_1056109591138474_537033712_n - Copia.jpg

Pronto, agora só retirar a placa e colocar o veio de fita para não se perder a orientação, esse veio convém deixar instalado para em futuras limpeza não necessitar de fazer o procedimento novamente.

Em um local seguro deixar a placa corretora com o secundário aguardando a limpeza, próximo passo será a retirada do focalizador e botões de travamento do primário, para poder ser feita a retirada do espelho primário.

O focalizador dos SCT da Celestron são internos e para retira-lo é necessário soltar os três parafusos Phillips externo, o Phillips central interno e a capa de borracha, enquanto os botões de travamento apenas os parafusos Phillips. Como todos os parafusos soltos, basta girar o focalizador em sentido anti horário até que se solte completamente do suporte  do primário.

Screenshot_5.png
Focalizador
Screenshot_6
Botão de travamento

Próximo passo agora é a retirada da célula da placa corretora, só assim o espelho primário poderá ser retirado, para isso basta retirar os Phillips ao redor da célula.

Screenshot_10.png

Abaixo o OTA sem a célula da placa corretora.

Screenshot_2.png

Agora sim, com focalizador, botões de travamento do primário e célula da placa  retirados, basta retirar o anel de segurança que fica no baffle do espelho primário, soltando esse anel basta puxar o espelho para fora com muito cuidado até retirar de dentro do tubo, se o OTA for um C11 como o meu tomar muito cuidado pois o primário é bem pesado.

Primário já fora do tubo, abaixo.

IMG_20190204_141427292_HDR

Missão quase concluída até aqui,  para fazer o flocking preferi soltar a célula do espelho primário, assim o trabalho ficará muito mais fácil e bem feito, quando fiz no Celestron CPC 800 Edge HD fiz com o OTA ainda na montagem, deu bastante trabalho e não ficou bem feito, porém já ajudou a melhorar o contraste.

Abaixo fiz a foto já com tudo desmontado, a sequência agora será a aplicação da folha de flocking.

IMG_20190204_142851179

2- Aplicação da folha de Flocking

Screenshot_1.png

A folha para o Flocking que utilizei é vendida pela loja alemã Teleskop Service (TS), além da excelente qualidade do material não é nada complicado a aplicação, sendo do mesmo modo que os adesivos automotivos, a loja não especifica do que essa folha é feita, o escurecimento interno fica realmente muito forte, ajudando a melhorar significantemente o contraste das observações, há vários vídeos no Youtube relacionado a essa melhoria. Link da folha de flocking para compra : https://www.teleskop-express.de/shop/product_info.php/info/p2336_self-adhesive-Velours—for-increasing-contrast-and-blackening-the-tube.html

Screenshot_2

Com ajuda da minha esposa começamos a fazer as medidas para aplicação do flocking, como o tudo do C11 é bem grande a folha ficou quase que na medida certa, apenas sobrou um pequeno pedaço . Deixamos a emenda centralizada no fundo do OTA, note-se pela foto que mal  se vê essa emenda.

Screenshot_7.png

 

Outras partes que precisavam da aplicação do flocking foram feitas também, no baffle do primário e secundário.

Screenshot_4
Flocking no baffle do espelho primário
Screenshot_1.png
Flocking no baffle do espelho secundário

Após a aplicação usei um rolo adesivo, isso retira os pelos e algumas outras películas indesejadas.

Screenshot_2

Vejam a diferença do antes e depois do flocking, notando que antes e depois do flocking o tubo estava virado pra a mesma janela, recebendo a mesma quantidade de luz. Na primeira foto o fundo do tubo não fica escuro, assim acaba reduzindo o contraste, isso acaba prejudicando bastante as observações, essa é uma das diferenças dos telescópios feitos com maiores cuidados e dos feitos com menores cuidados.

Screenshot_8
Antes do flocking
Screenshot_11
Depois do flocking

Aplicação do flocking concluida, deu um pouco de trabalho, mas ficou quase 100%, apenas algumas bolhas bem pequenas que não saíram depois de estouradas, mas não irá trazer nenhum problema.

3- Limpeza das partes ópticas, mecânicas e lubrificações

A limpeza da placa corretora e espelhos dos Schmidt Cassegrains se faz do mesmo modo que os outros tipo de telescópios, se usa água destilada, detergente, álcool isopropílico e lenços macios, usei os lenços da marca Kleenex. A medida tradicional de água destilada e detergente é de 1 litro de água destilada e 5 gotas de detergente neutro.

Por sorte o primário, secundário e placa corretora no lado interior estavam apenas com poeiras e após jatos de ar ficou praticamente limpos, apenas precisei fazer o procedimento de limpeza profunda no lado externo da placa corretora.

IMG_20190204_160706624
Espelho primário

Screenshot_3

IMG_20190204_153159591

Próximo passo será a lubrificação do focalizador e baffle do espelho primário, para o focalizador usei graxa branca a base de lítio e baffle uma graxa automotiva preta, para os botões não usei nenhuma graxa, pois já estavam bem lubrificados, em caso de necessidade poderá usar a mesma graxa do focalizador. A lubrificação do baffle é importante pois pode reduzir um pouco o mirror shift causado pela focalizado deslizante do espelho primário sobre o baffle. Após a remontagem de tudo convêm fazer o espalhamento da graxa com maior precisão, pra isso basta movimentar o primário pelo focalizador em todo o curso do baffle, de ponta a ponta. Importante usar uma graxa de alta resistência as mudanças de temperaturas, assim não irá evaporar componentes químicos e danificar a óptica do telescópio.

Pronto, agora só limpar todas as peças com um pano úmido e fazer a remontagem dos componentes do OTA. Para a remontagem não há nenhum segredo, apenas cuidado na hora de apertar os parafusos da placa corretora, que não podem ficar muito apertados e nem frouxos, apenas encostado na placa corretora.

IMG_20190204_231914021.jpg

IMG_20190204_232053457.jpg

Por fim tudo remontado e pronto para a colimação assim que o céu estiver em boas condições pra observações e astrofotografias.

Encerro aqui mais um pequeno tutorial, espero que gostem, até a próxima.

 

Anúncios

2 comentários sobre “OTA C11 Edge HD: Manutenção Geral

  1. Adriano Oliveira

    Ótimas e preciosas informações! Excelente site-blog e trabalho! Parabéns pela iniciativa, meu caro nobre Ecleido Azevedo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s